Você tem se alimentado?

25/08/2011 14:18

por obreira Conceição

Pregação: 24.07.11 (Domingo) C.E.R.V.

 

Leitura Bíblica:

Malaquias 3:10ª... ”Trazei todos os dízimos à casa do Tesouro para que haja mantimento na minha casa”

 

Não quero falar sobre devolver a Deus o que é dEle, ou seja, dízimo propriamente falando. Gostaria de dar ênfase a parte do “mantimento”.

 

O que você entende por mantimento? Alimento/comida, provisão, porção...

 

Quando estamos na casa de Deus Ele nos alimenta com a sua palavra, pois Ele é o pão da vida. (Jo 6:35 - Declarou-lhes, pois, Jesus: Eu sou o pão da vida; o que vem a mim jamais terá fome; e o que crê em mim jamais terá sede). Ok, Ele nos alimenta, sustenta, fortalece, sacia e jamais teremos fome. (Agora aprendemos!) Então por que apesar de sair da igreja alimentado, com a porção da palavra, não consigo realizar todas as tarefas e permanecer a semana toda em comunhão com este Deus que tudo pode? Acaso as promessas de Deus não chegam aos nossos olhos e nem as nossas mãos? Por que somente na segunda-feira, ou às vezes somente no próprio domingo temos/sentimos a presença de Deus? O alimento dado não foi suficiente? Eram poucas vitaminas? Como então entender e se saciar com o alimento, a fim de produzir maiores e melhores resultados no dia a dia?

 

Aprendemos desde pequenos, que a palavra de Deus é uma semente, e temos músicas sobre isso também (“A palavra de Deus é semente, vai caindo, caindo, caindo, quando agente pensar que está morta, vai nascendo, brotando e crescendo...”). Como fazer de nossa vida cristã uma vida rica? Produtiva? Sempre abundante?

  

Vejamos Lucas 8:8 “Outra, afinal, caiu em boa terra; cresceu e produziu a cento por um. Dizendo isto, clamou; Quem tem ouvidos para ouvir, ouça.” Isto se chama produtividade.

 

A produtividade é a maior quantidade de resultado, obtida com os mesmos recursos disponíveis no início do processo. (Simplificando)

 

Traduzindo... A palavra de Deus (semente) é lida, assim como fazemos no começo do culto, ou nas reuniões de células, ou em outras partes das ministrações. Os corações atentos, que prestam atenção e ouvem, são abençoados, mas além da atenção, deve haver uma terra boa (coração receptivo).

Como deixar esta terra boa?    

O nosso coração/corpo precisa estar limpo, sem sujeira (pedras/magoas, espinhos/problemas, preocupações), com proteínas, bem adubado com a leitura da palavra de Deus e oração, e assim ela (semente) cairá, brotará e crescerá em abundância.

 

A terra, assim como nosso corpo, precisa de ingredientes como água, sol, adubo, afofar, cobrir, transplantar, plantar, enfim os cuidados normais de cada cultura/plantação, pois a semente é igual para todos: quem selecionou a semente foi Deus.

 

A terra boa depende de cada um de nós. Não adianta o Pastor, o Presbítero, o ancião, a obreira, a missionária falarem e serem usados com a palavra de Deus (semente certa) se a nossa terra está desnutrida e sem cuidados.

 

Está na hora de cuidar da terra, a fim de produzir, porque como vimos ontem durante a pregação dos talentos (Mateus 25:29 e 30), aquele que não produz, até o que tem lhe será tirado.

 

Sejamos árvores de bons frutos, e de boas sementes;

  • Vamos produzir a 100 x 1;
  • Sejamos férteis/produtivos;
  • Vamos avançar e retirar mais almas das mãos do maligno.

Maria da CONCEIÇÃO A Menezes, é obreira da Comunidade Evangélica Restauração e Vida, casada e mãe da Daniela, obreira e líder de jovens (FORJAR) e da Carolina (indicada ao ministério da Igreja em 2011). Serva de Deus Fiel, a Conceição tem sido uma bênção para toda a Comunidade R&V.

Fale com a Conceição: mcamaralmenezes@yahoo.com.br

 

 

 


contador

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Contato

Comunidade Evangélica Restauração & Vida Rua Florianópolis, 1307
Bairro do Cajurú
Curitiba - Paraná
CEP 82930-030
41-3266-1447 (Pastor) contato@comunidaderestauracaoevida.com.br