QUEM É VOCÊ NO CAMINHO DE EMAÚS?

22/01/2017 12:30

Por Eduardo A. Lemes - Obreiro da Restauração e Vida

Texto ChaveLucas 24; 13 - 33

Versículo base Lucas 24;33b “Levantaram-se e voltaram imediatamente para Jesuralém.”

Introdução: 

Estamos todos na estrada de Emaús, o que diferencia é o sentido em que caminhamos

O texto narra a momentos após a ressurreição de Cristo, fato este que é o mais importante da história.
“Ou a ressurreição de Cristo é a maior fraude da historia, ou é o fato mais extraordinário” (Texto de Pr. Hernandes Dias Lopes)

Alguns posicionamentos de Paulo em relação a ressurreição de Cristo (1 Co. 15:14);

  • a.     Nossa fé seria vã
  • b.    Nossa pregação seria inútil
  • c.     Nosso testemunho falso
  • d.    Nosso pecado não seria perdoado
  • e.     Seriamos os mais infelizes de todos os homens

Tudo perderia o sentido, não teríamos razão para congregar, não teríamos esperança para um futuro, isto é o que estes homens pensavam, eles estavam descrentes, a esperança para eles havia se acabado.

Muitas vezes deixamos a esperança acabar em nossos corações

Topicos

I.              A falta de compreensão do Evangelho nos coloca no sentido de Emaús.

Como não compreendemos o evangelho mesmo congregando toda semana?

      Dormindo, voando, indo ao banheiro e etc... Somo exortados na palavra

Os homens tinham caminhando com eles o melhor pregador, a melhor mensagem, mas ainda assim demoraram para perceber quem estava caminhando com eles.

a.     Não podemos ver Jesus (v16).

Eles estavam decepcionados, tristes, sem esperança  e desconsolados e seus olhos estavam como fechados e não conseguiram enxergar Cristo.

           Os dias difíceis onde desacreditamos que haverá saída nos levam a becos onde realmente não encontramos a saída, ficamos estagnados de forma que as coisas perdem sentido para nós.

Romanos 8.28 diz que todas as coisas cooperam para nosso bem, o que é isto? O que é cooperar para o nosso bem? (História do menino e seu barquinho)

O nosso bem não é provisão nesta vida, o nosso bem é ter as características de Cristo em nós, entendemos que estar bem é ter nossas necessidades supridas enquanto na verdade “estar bem” é ser o reflexo de Cristo.

b.    Perdemos a esperança (v. 21).

As vezes não compreendemos aquilo que esta ao nosso redor, não entendemos a maneira com que Cristo age, perdemos algo valioso que temos dentro de nós, chamado esperança.

Estes homens tinham depositado sua esperança em Cristo e sua ressurreição, mas como não viram acontecer perderam as esperanças, perderam aquilo que os dava razão em servir ao Senhor.

Quantas vezes eu e você perdemos a esperança, esquecemos que Ele é quem nos Resgatou. Ele nos salvou. Sempre que buscamos tomar atitudes por nós mesmos estamos fadados ao fracasso, cantamos e vivemos dizendo que nossa esperança está em Cristo, então depositemos nossas esperanças nEle, você provavelmente ora por alguns membros da sua família, mas quando foi o última vez em que demonstrou o amor por eles?

Qual foi a última vez que você um Cristão com eles, pessoas difíceis faz nossos corações congelarem e normalmente usamos o jargão “fulanos de tal, não adianta falar, ele não quer ouvir, ele é uma pessoa difícil” quantas vezes você já falou isto ?

A esperança deve ser sobrevivente em nossas vidas, devemos trazer a memória o sacrifício de Cristo pois isto nos dá esperança

c.     Nos tornamos céticos (v. 21-24).

Veja que logo após perder a esperança eles entram em um ambiente cético e descrente, nos dias de hoje este é o momento onde não acreditamos mais que o Senhor pode fazer algo, onde lutamos com nossas forças

Quantas vezes eu e você chegamos a este ponto de desacreditar que o Senhor pode fazer algo? Isso ocorre porque estamos cegados pela decepção e a falta de esperança. Paramos de ver aquele que é o principal.

II.             Jesus, é o estranho companheiro nessa viagem.

a.     Jesus se dispõe a caminhar até Emaús (v. 15)

O Senhor nos vê solitários e decepcionados com nossas vidas, ministérios, trabalhos e etc. Porém Ele se propõem em caminhar conosco, primeiramente ele nos ouve, o caminhar dEle ao nosso lado é para ouvir nossas queixas e decepções.

Por mais duro que sejam nossas noites de choro Ele ouve atentamente. Ele esta sempre ali para nos ouvir e caminhar ao nosso lado, quantas vezes na caminhada da vida, achamos estar só? Nestes momentos Ele está nos ouvindo.

b.    Jesus é paciente para ensinar (v. 27).

Depois de nos ouvir, Ele por meio de sua palavra vem nos ensinando, nos dirigindo, corrigindo e mostrando seus preceitos, interessante que neste momento muitas vezes não temos a condição de entender que é Ele quem está nos instruindo, mas somos cheios do espirito de maneira a qual somos completos.

Jesus nos envia à Emaús como estranhos, Ele permite que cheguemos em Emaús para lá distante de seu proposito, Ele se revele para nós e nos direcione ao caminho. Chegar a Emaús é como chegar ao fim do poço, chegar ao lugar onde não vemos mais saída, mas lá em Emaús, no final onde tudo parece ser perdido, é lá que o Senhor quer nos resgatar, e nos enviar novamente para Jerusalém

III.            Voltando à Jerusalém

a.     O Evangelho queima no nosso coração (v. 32).

Estes homens estavam abrindo mão de tudo que viram e viveram com Cristo somente porque não tiveram paciência de esperar o milagre acontecer, mas no decorrer do caminho, quando um “estranho” pregava para eles, eles sentiram algo mudando dentro deles, este momento do verso 32 é como se eles dissessem “Como não percebemos antes”,

Cristo está nos chamando para levantar de onde estamos e ver que ele é nossa força, nossa esperança, e diferente do que o ditando popular diz “A nossa esperança não é a última que morre, mas sim é aquele que vence a morte”.

b.    O Evangelho nos faz agir (v. 33).

Logo a característica do evangelho em nós, é nos tirar da comodidade e nos levar a prega-lo, nos levar a vida, ao Espirito de Deus queimando em nós.

Conclusão

Quem é você no caminho da Emaús?

Emaús ficava no oeste e o dia já estava se pondo. Caminhavam para o entardecer. Caminhavam para o acaso. Tem muita gente assim. Só olha para o passado. Mas o cristão não caminha para o acaso, mas para o amanhecer.

Não se concentre nos problemas, mas nas soluções. Não se desespere com a sexta-feira da paixão, olhe para o domingo da ressurreição. Não viva como um vencido, mas como um vencedor.

Não sei o que você tem passado nos últimos dias, mas sei quem é a esperança para sua vida. A ressurreição de Jesus abriu os olhos, aqueceu o coração e apressou os pés dos discípulos de Emaus. E em você, que tipo de impacto a ressurreição tem provocado? Como você tem caminhado pela vida?

Tem você se encontrado com o Cristo ressurreto?

O Senhor nos encontra nas angústias da nossa caminhada.

O Senhor nos encontra na exposição da Palavra de Deus.

O Senhor nos encontra no partir do pão.

Ele abre nossos olhos, nossa mente, nosso coração e nossos lábios.

Deus abençoe a todos.

 


contador

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Contato

Comunidade Evangélica Restauração & Vida Rua Florianópolis, 1307
Bairro do Cajurú
Curitiba - Paraná
CEP 82930-030
41-3266-1447 (Pastor) contato@comunidaderestauracaoevida.com.br