O Ciclo de Sete Anos

09/03/2016 02:01

O que significa aprender a contar os nossos dias? 

Para aprendermos a contar os nossos dias, precisamos compreender um princípio muito forte, que Deus estabeleceu na vida do povo judeu, no antigo testamento: Levítico 25.8-9. De acordo com a Bíblia, o povo de Deus tinha um ciclo de 7 anos. 

Deus não mudou os princípios por Ele estabelecidos; continuam valendo para nós hoje. Estabeleça marcos em sua vida Jeremias 31.21. “Marcos” São eventos importantes que marcam um momento em sua vida. O importante não é apenas saber que existe um ciclo, mas saber em que ano você está. Porque para cada ano 

Deus tem promessas para sua vida e exige uma resposta de você. Vamos ver o que significa cada um desses anos, afim de que possamos nos localizar, sobre o ciclo que estamos vivendo em cada área de nossa vida:

I – É O ANO DO APRENDIZADO:
    1.1. Em qualquer área da nossa vida, o primeiro ano de um ciclo, será sempre um ano muito difícil onde teremos que aprender tudo de novo. No primeiro ano, tudo é novo, tudo é inseguro, tudo causa angústia.
     1.2. O Pregador de Eclesiastes tinha a consciência de que no início tudo é mais difícil e nos exorta valorizar a paciência: Eclesiastes 7.8
     * É bom você saber que no primeiro ano, Deus não espera que você faça coisas mirabolantes, mas que você conheça com profundidade cada coisa que ele está lhe ensinando.
 

II – É O ANO DO TRABALHO, DO SERVIÇO:
     2.1. O segundo ano é mais penoso que o primeiro. Esse é o ano em que você vai ralar para mostrar serviço. No primeiro ano você teve que aprender, agora é hora de mostrar trabalho. Mas no segundo ano, ainda não devemos esperar grandes resultados.
     2.2. Esse é o ano da “ralação”. Porque sempre que chega no segundo ano você desiste, e começa tudo de novo. Salmos 126:6a
* Nesse ano você trabalha, trabalha, e os resultados não aparecem. Você não tem tempo para mais nada. Contudo, não desista no segundo ano! Porque essa fase vai passar!
 

III – É O ANO DO RECONHECIMENTO:
    3.1. Reconhecimento é resultado da convivência. Por isso o terceiro ano é o ano da aliança. Até três anos, Jesus tinha um relacionamento de Mestre-discípulo de Senhor-servo. Mas no final do ministério, depois de 3 anos, Jesus falou com os seus discípulos na Santa Ceia: João 15.15
    3.2. No terceiro ano você consolida, mas ainda não desfruta. Levítico 19.23 Outra palavra que pode definir o terceiro ano de uma igreja é CONSOLIDAÇÃO! Só a partir daí que as pessoas começam a criar raízes, e deixam de dizer essa igreja para falar NOSSA IGREJA, NOSSO PASTOR, NOSSO MINISTÉRIO.
 

IV – É O ANO DA OPORTUNIDADE:
     4.1. O quarto ano, é o ano em que de fato Deus espera que alguma coisa aconteça e o fruto apareça. Lucas 13.6-9. Se você perseverar em alguma coisa, por quatro anos, você verá o resultado. Os primeiros frutos bons deverão ser consagrados ao Senhor. Levítico 19.24
• O quarto ano é o ano da OPORTUNIDADE, mas será um ano em que o Senhor nos provará. Teremos muitos testes. Teremos o fruto na mão, mas não teremos a autorização para comer dele.
 

V – É O ANO DA DEFINIÇÃO: II Reis 13.14-19
      5.1. Muita gente que vem caminhando bem, quando chega no ano da definição, muda. Muda de igreja, muda de ministério, muda de família. E ao invés de definir algo, começa tudo de novo.
      5.2. Quem conclui ciclos se define. Quem não conclui ciclos jamais se definirá! É no quinto ano que você forma uma reputação.  Só quem persevera alcança essa definição. No texto que lemos, o rei não definiu a vitória porque poupou a Quinta flecha.
 

VI – É O ANO DA BÊNÇÃO TRÍPLICE: Lv.25.18-21
         6.1. No sexto ano, Deus dava a colheita para três anos (o 6º, o 7º que não se plantava, porque no oitavo ainda não tinha colheita).
          6.2. Isso significa que se você persevera, se você insiste, no sexto ano, você terá a benção tríplice de Deus em sua vida.
• Nesse ano tudo o que você faz com a bênção de Deus rende três vezes mais. NO sexto ano coisas surpreendentes acontecem. Mas só quem cumpre ciclos podem desfrutar.
 

VII – É O ANO DO DESCANSO: Gn.2.2
         7.1. É no sétimo ano que vem o desfrute. Só quem conclui o ciclo, experimentará o deleite no final do ciclo.  Você vai desfrutar de tudo o que você plantou nos últimos seis anos. Gn. 29.20, fala que Jacó serviu a Labão 7 anos para obter o direito de casar com Raquel, e os sete anos passaram aos seus olhos como se fora poucos dias. Quando você quer muito a bênção de Deus, sete anos vão parecer poucos dias.
 

VIII – É O ANO DO SACRIFÍCIO: Mc.8.4,5,14
8.1. É o primeiro ano de um novo começo. Como ele é o começo de um novo ciclo, ele não é igual ao primeiro ciclo. Porque muitas coisas você já aprendeu no primeiro ciclo. V.14 o oitavo pão também tem que ser semeado. Aquilo que vai sobejar do 6º e do 7º ano, tem que ser semeado.
• Nesse ano a bênção na nossa vida depende da nossa disposição de semear. Você não poderá começar um novo ciclo, se você não concluir o anterior:
 

Contato

Comunidade Evangélica Restauração & Vida Rua Florianópolis, 1307
Bairro do Cajurú
Curitiba - Paraná
CEP 82930-030
41-3266-1447 (Pastor) contato@comunidaderestauracaoevida.com.br