Fundamentos de Fé: Lição 6 - O Espírito Santo

14/01/2013 08:38

“No princípio criou Deus os céus e a terra. E o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas”. – Gênesis 1:1-2

Introdução:

O Espírito Santo é o próprio Deus enchendo o coração do crente e operando Salvação na humanidade. Ele não é uma força impessoal ou uma parte da divindade, mas a própria divindade agindo poderosamente na Terra.

Em toda a Bíblia vemos o ensino de que o Espírito Santo é Deus. Vejamos alguns textos que nos demonstram isso:

  • “Ouve ó Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor” (Deuteronômio 6:4).
  • “Deus é Espírito e importa que seus adoradores o adorem em espírito e em verdade” (João 4:23).
  • “Ora, o Senhor é o Espírito, e onde está o Espírito do Senhor, aí há liberdade” (2 Coríntios 3:17).
  • “Há um só corpo e um só Espírito... Um só Senhor, uma só fé, um só batismo e um só Deus e Pai de todos; o qual é sobre todos e em todos”. (Efésios 4:4, 5 e 6).
  • “Desta salvação... indagaram... os profetas... indagando qual o tempo... que o Espírito de Cristo estava neles...” (1 Pedro1:10-11).

A promessa do Espírito Santo

O profeta Joel predisse a descida do Espírito Santo dizendo: “E há de ser que, depois, derramarei o meu Espírito sobre toda a carne e vossos filhos e vossas filhas profetizarão, os vossos velhos terão sonhos, os vossos mancebos terão sonhos. E também sobre os servos e sobre as servas, naqueles dias, derramarei o meu Espírito” (Joel 2:28-29).

João Batista também profetizou quando disse, em Mateus 3:11: “E eu em verdade vos batizo com água, para o arrependimento; mas o que vem após mim, é mais poderoso que eu... Ele vos batizará com Espírito Santo e com Fogo”.

O Senhor Jesus também falou aos discípulos: “E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder”. (Lucas 24:49). Lucas relata as palavras de Jesus no livro de Atos, quando da assunção do Senhor aos céus repetiu a promessa, dizendo: “... mas que esperasse a promessa do Pai... mas vós serei batizados com o Espírito Santo não muito depois destes dias...’Mas recebereis a virtude (poder) do Espírito Santo que há de vir sobre vós...’” (Atos 1:4, 5 e 8). Veja também João 14:15-26.

No dia da festa de Pentecostes, em que o Espírito Santo encheu os discípulos, o apóstolo Pedro pregou aos habitantes de Jerusalém e citou essa profecia de Joel para explicar o agir do Espírito Santo nos crentes, veja (Atos 2:17).

As Festas

A Festa de Pentecostes era uma data anual do calendário hebraico, comemorada sete semanas após o dia da Páscoa, ou seja, cinquenta dias após o segundo dia da Páscoa, por isso Pentecostes, do grego: quinquagésimo. A Festa tem o nome hebraico de Festa das Primícias e caracterizava-se pelas ofertas que o povo dava ao Senhor com as primícias da primeira parte das colheitas (lembre que primícias quer dizer o primeiro, o melhor). Por esse fato, de ser apenas a primeira parte da colheita, a festa durava apenas um dia.

Existiam três festas principais para o povo hebreu: A Páscoa, o Pentecostes e a Festa da Colheita (conhecida também como a Festa dos Tabernáculos).

Festa

Mês em que ocorria

Significado para o povo Hebreu

Significado tipificado para os cristãos

Páscoa

Mês de Abibe ou Nisã

Refere-se ao nosso Abril

Lembrança da saída do Egito (Êxodo 12:18-19 e 13:3-10)

Jesus é nossa passagem, o cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo (João 1:29), nossa Salvação, que morreu e ressuscitou por nós

Pentecostes ou Primícias

Mês de Sivã

Refere-se ao nosso Junho

A festa das Primícias era onde pães eram oferecidos ao Senhor como gratidão das primeiras colheitas (Êxodo 23:16 e Levítico 23:17)

Mas nesse caso, as primícias do Senhor, o melhor de Deus para nós e em nós - O Espírito Santo (Atos 2:1-4)

Tabernáculos ou Colheita

Mês de Etanim ou Tisri

Refere-se ao nosso Outubro

Festa da Colheita ou dos Tabernáculos

Uma menção ao arrebatamento da Igreja do Senhor e quando o Senhor cumprirá o que está escrito em Apocalipse 21:3 “E ouvi uma grande voz do céu, que dizia: Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e o mesmo Deus estará com eles, e será o seu Deus”.

O Espírito de Deus derramado em nós

Conforme vimos nas lições anteriores, há um só Deus. Este, como Pai, é o criador de todas as coisas, o único Senhor e soberano de todo Universo, eternamente o Todo-Poderoso, conforme Gênesis 1:1 e 17:1; Deuteronômio 6:4; Salmos 90:2; João 1:1-3 e 17:3.

Como filho (humano), foi gerado (Gálatas 4:4), ou seja, Deus manifestado na carne (João 1:14 e 1 Timóteo 1:17 e 3:16), para ser o Salvador de toda a humanidade (Mateus 1:20 e 23), e reconciliar o homem com Deus (Romanos 5:10-11; 2 Coríntios 5:17 a 19; Efésios 2:16-17 e Colossenses 1:19-20 ). Como Filho revelou-nos o Pai (João 1:18, Hebreus 1:3 e 8) e também revelou seu amor sacrificial (João 1:29 e 3:16).

Como Espírito Santo, esse mesmo e único Deus, derrama-se sobre toda a carne (Joel 2:28).

No mundo, esse operado Espírito conduz para a Salvação a todas as pessoas que o percebem, (João 16:8-11). Jesus fala do Espírito Santo como sendo o Consolador (Ajudador) (João 15:26 e 16:7). A palavra Consolador vem do grego Parakletos, aquele que é chamado para estar perto, Advogado (1 João 2:1).

Na vida do cristão, Jesus disse que o Consolador seria o Espírito da Verdade, que guiaria em TODA a verdade. Quando em seu ministério terreno, Jesus detinha em seu corpo toda a plenitude da divindade (Colossenses 2:9), e para que o Espírito Santo descesse sobre a Igreja era necessário que Jesus fosse glorificado. Ele mesmo disse: “... se eu não for, o Consolador não virá a vós; mas, quando eu for, enviá-lo-ei” (João 16:7). Mas a gloriosa revelação é a de que o próprio Jesus é o que viria aos discípulos (e vem a nós), como Espírito Santo. Vamos ler essa revelação que Ele mesmo nos dá em João 14:16-18:

“E eu rogarei ao Pai, e ele vos dará outro Consolador, para que fique convosco para sempre; O Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco (aqui, literalmente Jesus habitando com os discípulos naquele tempo), e estará em vós”.

O termo OUTRO CONSOLADOR, nessa passagem, não significa outra espécie, mas uma nova maneira de Deus se revelar à humanidade: Como o Pai é o criador e soberano; como Filho ele providenciou-nos a Salvação; Como Espírito Santo, Ele enche a Igreja com poder, conduz o pecador à Salvação, e estará para sempre com o seu povo. Isso ocorreu quando o Espírito Santo desceu a primeira vez sobre a Igreja (Atos2:4).

Paulo fala animadamente do que representa o Espírito Santo em nós, em Colossenses 1:27: “Cristo em vós, a esperança da glória”.

O Espírito Santo é o selo da promessa de Deus e a garantia da nossa herança, da nossa redenção e de que somos propriedade de Deus.  (Romanos 5:5 e 8:9; Efésios 1:13-14 e 4:30)

A obra do Espírito Santo

  • Convence o Pecador                                    - João 16:8-13
  • Regenera (transforma à imagem de Deus)                 - João 3:5 e Tito 3:5
  • Habita os Filhos de Deus                             - Romanos 8:9, 1 Coríntios 3:16 e 6:19, Efésios 2:20-22
  • Sela (aprova)                                                   - Efésios 1:13 e 4:30
  • Dá poder para testemunhar                      - Atos 1:8
  • Batiza                                                                  - 1 Coríntios 12:13
  • Guia os filhos de Deus                                 - João 16:13, Atos 13:2-4 e 16:6, Romanos 8:14

Questões para Compartilhamento:

  1. Quem é o Espírito Santo, segundo as palavras de Jesus?
  2. Quais as Três principais Festas do povo hebreu e o que significam para os judeus?
  3. Que inspiração elas trazem para nós, os cristãos?
  4. Na próxima lição, veremos como o Espírito Santo de Deus age em nós: Batismo com o Espírito Santo, Dons do Espírito Santo e Fruto do Espírito. Mas, por ora, conte alguma experiência que você tem ou teve com o Espírito Santo de Deus.
  5. Leia Atos 16:6-10. Você já foi convencido pelo Espírito Santo de Deus em alguma área de sua vida? Você já discerniu portas fechadas ou abertas que eram um agir de Deus em você?

Nota:

Essa lição apresentou muitas referências bíblicas e, certamente, por mais que seu líder de grupo de estudo tenha se esforçado, não foi possível ler a todas elas. Faça o possível para lê-las durante a semana. Anote pensamentos, versículos e observações no verso das páginas, ou acrescente folhas extras à parte. Você pode crescer muito mais ainda, quando faz seus estudos pessoais. De preferência ponha-as a lápis para poder corrigir. Faça isso com todos os demais estudos. Seja um crente bereano.

Deixe sua mensagem em nosso livro de visita ou envie mensagem para:
  • Comunidade Evangélica Restauração & Vida
    • Rua Mário Miró, 211 - Vila Oficinas - Bairro do Cajurú - Curitiba - Paraná - CEP 82950-170 
    • 41-3266-1447 (Pastor) contato@comunidaderestauracaoevida.com.br

contador

Newsletter

Assine a nossa newsletter:

Contato

Comunidade Evangélica Restauração & Vida Rua Florianópolis, 1307
Bairro do Cajurú
Curitiba - Paraná
CEP 82930-030
41-3266-1447 (Pastor) contato@comunidaderestauracaoevida.com.br